Meu Gato Mia Muito!

gato cantor divulgacao internet
  1. Michele disse:

    Ola, Adotei uma gatinha de 2 meses e meio, ela estava em uma sociedade prtetora de animais rodeada de bichos, nasceu lá com mais 5 irmaozinhos. estou com ela a 5 dias e ela mia o tempo todo e bem alto, ela recebe bastante carinho e atenção mas fica o dia todo sozinha, o que podemos fazer para que ela mude seu comportamento? adotar um companheirinho para ela ajudaria? grata

  2. Rita Ericson disse:

    Olá Michele,

    ela está saudável? Come, urina, defeca normalmente?
    A decisão de adotar outro animal deve ser motivada pelo seu desejo e certeza de que “cabe mais um gato na sua vida”.
    Se ela estiver saudável, promova enriquecimento ambiental (http://www.bichosaudavel.com/enriquecimento-ambiental-gatos-mais-felizes/), faça muitas brincadeiras, dê bastante carinho, e fique tranquila.
    Se ela estiver prostrada e com algum sintoma, leve-a para atendimento veterinário.
    Abraço
    Rita Ericson

  3. Michele disse:

    Bom dia Rita! Ela está saudável sim, vou seguir suas dicas. muito obrigada.

  4. Lindalva disse:

    Dra Rita
    Me ajude por favor, tenho uma gata há mais de 10 anos, que não é castrada. Nunca aconteceu de ela miar desse jeito, me mudei há mais ou menos 10 meses e nesse ultimo mês ela não para de miar , muito alto. Não sei o que fazer pois recebi um conselho de não castrá-la por conta da idade.
    Obrigada
    Lindalva

  5. Rita Ericson disse:

    Olá Lindalva,
    a esterilização cirúrgica é recomendada para todas a s fêmeas para evitar problemas reprodutivos (útero, ovários e mamas).
    Quanto mais jovem e saudável, melhor, mas não significa que as fêmeas idosas não possam ser operadas.
    É importante definir o motivo dos miados. Se for por cio, só a castração resolverá o problema.
    Abraço
    Rita Ericson

Faça sua pergunta!

Conheço muita gente que prefere gatos do que cães porque eles são silenciosos.

Mas alguns gatos miam muito! E alto!

Miar é uma forma de comunicação e os gatos miam por diversos motivos.

Algumas raças miam mais do que outras. Os siameses e orientais são os campeões do miado.

A esterilização cirúrgica costuma diminuir muito a vocalização. As fêmeas costumam anunciar bem alto que estão no cio para chamar os machos da região. E os machos que vivem confinados miam para tentar sair de casa e encontrá-las.

Quando os gatos querem receber atenção (sempre!) eles miam para nós, humanos. Se nós damos atenção de volta, eles aprendem que esta técnica funciona. Pior ainda é interpretar o miado como fome e oferecer alimento. O gato se acostuma com este mecanismo e mia sem parar. O dono dá ração sem parar. Resultado: gato obeso e viciado em comer.

A melhor maneira de reagir ao seu gato “miador” é ignorá-lo. Assim que ele parar de miar, dê atenção e brinque com ele. Assim ele vai aprender que miar não faz com que ele receba atenção. Pelo contrário, somente quando ele parou de miar, recebeu sua atenção.

Outra boa maneira de reagir é saindo do ambiente. Ele vai associar os miados ao distanciamento do seu dono. Tudo que ele não quer!

Quando ele estiver quietinho, elogie-o bastante e faça carinho.

Outro motivo para os gatos reclamarem miando muito é algum desconforto no ambiente. Obras, visitas, hóspedes, mudança etc. Neste caso, os feromônios sintéticos podem ajudar bastante. Existem opções disponíveis nas petshops em spray e difusores de tomada.

É muito importante ter a certeza que o seu gato não está miando de dor ou porque está doente. Se ele mia enquanto está na caixa sanitária, observe se ele está tendo dificuldades para urinar e/ou defecar. Especialmente se ele sempre foi quietinho e passou a miar muito, leve-o para atendimento veterinário.

Miar é normal. Esperar um gato “mudo” é o mesmo que esperar que um cachorro não lata. Impossível.

Se o seu gato não está doente, estas dicas costumam resolver o problema.

Miauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato