Intoxicações em Cães e Gatos

envenenamento
  1. Rita Ericson disse:

    Olá Mariana,
    se o seu gato é bastante ativo e possui esta tendencia individual, agradeça a sorte!
    A maioria dos gatos fica muito gordo e sofre as consequencias.
    Se ele está bem disposto, urinando e evacuando normalmente, fique tranquila.
    Abraço
    Rita Ericson

  2. Luciana Rosa disse:

    Bom dia!
    Estou muito agoniada!
    Minha filhote de rotewailler, comeu um camudongo após matá-lo.
    Estou muito preocupada, a última dose da vacina foi em novembro. O que faço?

  3. Rita Ericson disse:

    Olá Luciana,

    se a vacina de leptospirose foi aplicada há menos de 6 meses, ela deve estar imunizada.
    Para se certificar, leve-a para atendimento veterinario e faça um exame de sangue para detecção de leptospirose.
    Mande noticias.
    Abraço
    Rita Ericson

  4. Simone disse:

    Gostaria de tirar uma dúvida,minha gatinha estava se lambendo demais desde que foi operada pra retirada de um tumor,ela já estava com 12 anos,a veterinária receitou carproflan 25 mg,no dia 23 de março ela começou a passar mal,babando uma gosma,vomitando e o corpinho todo mole,e parecia que tava com falta de ar,ela veio a falecer,pesquisei sobre esse remédio e ele é especifico pra cães,gostaria de saber se ela pode ter morrido por causa desse medicamento,agradeço se tiver uma resposta.

  5. Rita Ericson disse:

    Olá Simone,

    que triste. Receba meu carinho neste momento dificil.

    O Carproflan é indicado somente para cães, mas o carprofeno pode ser usado em gatos.
    É impossível definir a causa mortis de uma animal sem realizar exames, ela poderia apresentar outras doenças concomitantes.

    Abraço
    Rita Ericson

  6. Isa disse:

    Boa tarde,
    Meu caozinho tem quase um ano, na tentativa de eliminar os carrapatos, usei um produto muito forte (barrage), e agora meu cachorrinho está sem latir e tossindo com frequencia, muita frequencia. Antes de ver suas dicas, estava dando leite para ele e parecia ser a única coisa que o fazia parar de tossir… Parei de dar o leite mas a tosse persiste. Quais as medidas cabíveis para solucionar este problema?
    Desde já agradeço.

  7. Rita Ericson disse:

    Olá Isa,
    é importante diagnosticar o que está acontecendo.
    Se ele apresenta alguma intolerancia ao produto, é provável que os sintomas cessem, assim que não houver mais resíduos.
    Pode ser necessário radiografar o tórax para definir melhor a causa da tosse.
    Existem diferentes causas para a tosse, leve-o para atendimento veterinário.
    Mande noticias.
    Abrço
    Rita Ericson

  8. Mário disse:

    Doutora Rita Boa Tarde…o Gatinho ta bem..só que agora
    ta com prisão de ventre sem poder fazer cocô que faço?

  9. Rita Ericson disse:

    Olá Mario,

    ele apresenta alguma lesão no anus?
    Em geral, adicionar azeite ou o oleo da lata de atum ajuda bastante a evacuar, mas depende muito da causa.
    As rações umidas também costumam amolecer as fezes, se a causa forem fezes ressequidas.
    Se ele ficar mais de 2 dias sem evacuar, leve-o para atendimento veterinário.
    Abraço
    Rita Ericson

  10. Mário disse:

    Já falei pra vc minha querida aqui não tem veterinario..se não estaria
    aqui te pedindo ajuda..aqui não tem nada de veterinario cidade pequena…mal da pra gente se consultar…imagina animal…ele não tá com algum ferimento no anus…eu dei
    azeite de oliva e tbm batir mamão ameixa e actvia diet
    e dei numa seringa…mas a barriguinha dele ta grande..o pior é que quando agente vai da essas seringa pra ele..ele
    torçe o corpo ai dana tudo a coluna dele..fica se arrastando dinovo tanto trabalho pra nada..é muito sofrimento minha querida ve ele assim e não poder fazer nada..hoje anoite não vo da nada ele a barriga ta grande
    que sofrimento meu DEUS….apezar da medicina não ceitar
    consulta por e-mail..Más pelo meu relato e melhor da uma dica do remedio..do q chegar um infeliz aqui e mandar dá
    remedio Humano…não do mais nada ele de medicamentos Humano…pra dor é o Flanaliv e o rapaz mandou dá um antitoxicante DA UCB..
    grato obrigado..abraço;

  11. Sabrina disse:

    Olá, gostaria de ajuda com o meu gatinho de + ou – 5 meses, ele estava gripado, então o veterinario receitou o Natuflin, mas ele piorou e começou a espirrar sangue, depois de dias assim, parou de comer e o veterinario deu duas injeções (Intramuscular) nele, pentabiotico e vitamina k, só que nós já perdemos um gato dando esse tipo de injeção (um adulto que começou a se contorcer e morreu pouco mais de um minuto depois de receber a injeção) por isso ficamos realmente angustiadas quando o nosso gatinho começou a passar mal e babar com sangue. Deitamos ele e colocamos dentro de uma caixa, ele dormiu algumas horas dormindo depois saiu e ficou só deitado nos cantos sem comer (Ele parou de espirar com sangue e isso nos aliviou), mas ainda temos medo de dar as demais doses que o veterinario receitou… conversando com uma colega do meu curso ela disse que era normal que eles passassem mal e que seria bom dar uma gota de dipirona para ele meia hora antes de dar a injeção, assim diminuiria a febre e as dores, dei uma gota para ele e segundos depois ele vomitou uma coisa que parecia fezes com sangue, babou muito e começou a miar como um louco, também ficou ofegante e agora esta deitado na minha cama… dei uma olhada em alguns sites e vi que dipirona pode fazer mal para gatos e indicaram o mercepethon, tenho ele em casa, mas tenho medo de dar, já que ele já esta com muitos medicamentos no sangue… o que faço? Estou desesperada!

  12. Rita Ericson disse:

    Infelizmente não tenho como ajudar, Mario.
    Recomendar um medicamento sem saber para que, é impossível.
    Abraço
    Rita Ericson

  13. Rita Ericson disse:

    Olá Sabrina,
    este quadro não está parecendo ser simples…somente uma gripe.
    Leve-o para o vet avaliá-lo novamente.
    É impossível opinar sem examiná-lo.
    Abraço
    Rita Ericson

  14. viviane albuquerque disse:

    Olá,bom dia!

    hoje pela manhã acordei com meu gato batendo com a cabeça na porta do meu quarto,ele estava muito agitado e sem coordenação motora,andava muito estranho,porém com muita fome e sede,o gato se tiver sido envenenado pode continuar com apetite? o que devo fazer?

    att,

  15. Rita Ericson disse:

    Olá Viviane,
    se os sintomas persistem, leve-o para atendimento veterinário.
    Abraço
    Rita Ericson

  16. talita disse:

    ola meu cachorro lambeu um pouco de botox e agora esta babando, o que eu faço?,ele ainda esta comendo mas esta babando muito

  17. Rita Ericson disse:

    Olá Talita,
    acredito que você esteja se referindo ao Butox, veneno, não é?
    Se os sintoma persistir, leve-o para atendimento veterinario.
    Abraço
    Rita Ericson

  18. Luana disse:

    Oi, meu gato já está apresentando aa uns dias um tosse como se estivesse engasgado, mas nunca vomitou, só a tosse.. não sabe me dizer o que ele pode ter?

  19. Rita Ericson disse:

    Olá Luana,

    este sintoma pode ser comum a diversas doenças.
    Laeia o texto: http://www.bichosaudavel.com/gatos-bolas-de-pelo-tricobezoarios/
    Impossível opinar sem examinar seu animal.
    Leve-o para atendimento veterinário.
    Mande notícias.
    Abraço
    Rita Ericson

  20. Laura disse:

    Boa tarde, ontem minha cachorra tomou banho a tarde e a noite eu passei o frontline plus, nao sei se foi por isso, mas um tempo depois ela começou a ficar agitada, esfregando o olho e focinho no chão desesperadamente. Acabou defecando dentro da caminha dela inteira, vomitou a comida sem digerir e teve varias manchas vermelhas em todo abdome, dissiminadas e redondas. Um tempo depois ela já estava melhor, mas acordou hoje vomitando ainda, mas dessa vez um vomito liquido e amarelo. Isso pode ser intoxicação pelo frontline? Devo medicar para cortar o vomito? Obrigada

  21. natalia disse:

    Olá!tenho 2 gatinhos pequenos e a uns 5 dias eles estão com salivação excessiva e com muito mal cheiro.Mas estão comendo e brincando normalmente.O que poderá ser?Teria como me indicar algum remédio?Essa semana não tenho condições de levá-los ao veterinário.desde já agradeço.

  22. Rita Ericson disse:

    Olá Laura,
    pelo seu depoimento ela deve ter apresentado uma reação alérgica.
    Pode ter sido ao Front Line ou a outra substancia que ela entrou em contato.
    Você lembra se houve contato com outra coisa?
    Se os sintomas persistirem, leve-a para atendimento veterinário.
    Abraço
    Rita Ericson

  23. Rita Ericson disse:

    Olá Natalia,

    este sintoma pode ser comum a diversas doenças.
    Impossível opinar sem examinar seus animais.
    Leve-os para atendimento veterinário.
    Mande notícias.
    Abraço
    Rita Ericson

  24. ADALGISA disse:

    Rita, melhora meu desespero por favor, levei minha gatinha na vet e ela mandou dar 4 gotas de paracetamol e ela morreu, Rita, sou a culpada? o que fazer, não consigo me conformar, acho que quero morrer também, me ajude por favor, fale alguma coisa! Me tira desse desespero.

  25. Rita Ericson disse:

    Olá Adalgisa,
    inicialmente, receba meu carinho neste momento triste.
    Precisamos entender melhor o que aconteceu.
    - qual era a suspeita clínica?
    - ela estava com dor, febre?
    Não acredito que uma dose de paracetamol tenha sido a causa mortis da sua gata.
    É mais provável que tenha tida uma outra causa inicial.
    Mande noticias.
    Abraço
    Rita Ericson

Faça sua pergunta!

As intoxicações são muito comuns na rotina das clínicas veterinárias.

A causa mais frequente é a administração de medicamentos humanos para cães e gatos. Muitas vezes, na melhor das intenções, o proprietário do animal causa uma grave intoxicação ao medicá-lo com “um simples remédio para dor”.

Além de produtos extremamente tóxicos, existem várias substâncias potencialmente perigosas para os cães e gatos, dentro das nossas casas. Tudo depende da quantidade ingerida (ou aplicada no animal) versus o peso do cachorro ou gato.

Você sabia que um pedaço de chocolate amargo pode até matar um cão de pequeno porte?

Segue uma lista dos tóxicos mais frequentes:

  • antinflamatórios não esteróides- diclofenaco, ibuprofeno, aspirina, paracetamol (Tylenol) entre outros.

Os animais podem apresentar alterações digestivas (vomitos e diarreia), hepáticas e renais. O quadro pode ser muito grave, levando ao óbito.

  • inseticidas- para controle de pulgas, carrapatos, ratos, baratas e cupins.

Existem muitas drogas seguras no mercado, mas preste atenção ao modo correto de utilizar.

Os produtos a base de piretrina e permetrina- geralmente de uso tópico (talcos, shampoos, sabonetes e coleiras) são seguros se corretamente utilizados, mas não devem ser utilizados concomitantemente na hora do banho, no corpo do animal e na casa por aumentar muito o risco de intoxicação.

Os produtos para tratar sarna (amitraz, por exemplo) devem ser diluídos corretamente e utilizados somente em cães. Se no rótulo ou bula do produto não for especificado o uso em gatos, NÃO utilize.

Existem também pesticidas a base de organosfosforados e carbamatos que são extremamente tóxicos para humanos e animais domésticos. Cuidado com os inseticidas para insetos! O spray se deposita no chão e seu animal pode pisar e/ou lamber o produto.

  • alimentos- sabemos que os animais devem receber uma dieta adequada e balanceada. Alguns proprietários oferecem comida ao invés de ração industrializada. Isto é possível, mas é fundamental formular esta dieta com um nutricionista veterinário. As necessidades nutricionais são diferentes entre as espécies. Alguns alimentos humanos são potencialmente tóxicos como:
  1. chocolate: além de ser rico em gordura, contém cafeína e teobromina que são estimulantes do sistema nervoso central. Os diferentes tipos de chocolate contém diferentes níveis destas substâncias. O animal pode apresentar vômito, diarreia e até convulsão em casos graves. Quanto mais amargo e escuro o chocolate, maior a concentração de cafeína e teobromina. Para um cão se intoxicar comendo chocolate branco, ele precisaria comer 2 Kg de chocolate para cada 1 Kg de peso dele! Mas bastam 10 g de chocolate amargo por cada Kg de peso para causar uma intoxicação.
  2. uva/passas- poucos sabem, mas as uvas podem intoxicar os cães (não há registros de casos em gatos). A ingestão de 10 a 12 uvas para um cão de 10 Kg pode levar a insuficência renal. As passas são aproximadamente 5 vezes mais concentradas que as uvas frescas, logo devem ser evitadas.
  3. cebola- pode causar hemólise (destruição de hemácias) em gatos. Evite oferecer alimentos que contenham cebola na fórmula (sopinha para neném, por ex.)
  • drogas ilícitas (maconha, cocaína) e alcóol – intoxicam os seres humanos e podem levar a quadros graves nos animais. NUNCA ofereça bebidas alcóolicas para seu animal de estimação, ele pode apresentar alterações hepáticas graves.
  • cigarro- alguns cães destroem pacotes de cigarro, chicletes de nicotina ou até mesmo comem “guimbas” do chão. A nicotina pode causar sintomas neurológicos (tremores, ataxia) em animais, dependendo da dose. Em cães, 10 mg de nicotina por Kg de peso podem até matar. Um cigarro contém de 15 a 25 mg de nicotina, logo bastam poucos cigarros para fazer mal a um cão de pequeno porte.
  • produtos de limpeza- evite usar e não enxaguar. Os produtos que são muito perfumados atrapalham o olfato, independente de causar intoxicação nos animais. Lembre-se que seu animal vive pertinho do chão, não usa sapatos e se lambe constantemente! A creolina é usada na limpeza de ambientes, mas pode ser extremamente tóxica e causar irritação e queimaduras na pele, olhos, boca e garganta; vômitos e dores abdominais; danos ao coração, figado e rins; anemia; paralisia facial, coma e até levar a morte.
  • adubos – dependendo da composição pode ser extremamente tóxico. A ingestão da torta de mamona pode  causar vômitos, cólicas abdominais severas, diarréia sanguinolenta, choque, coma e óbito na maioria dos casos, dependendo da quantidade ingerida.
  • produtos químicos- tinta, resinas, colas, solventes etc. Evite deixar seu animal em casa, se estiver em obras.
  • cloro- evite que seu animal de estimação beba água da piscina. Dependendo da concentração, pode causar vômitos e irritação gástrica.
  • plantas tóxicas- siaba mais em http://www.bichosaudavel.com/plantas-toxicas-perigo-domestico/

O tratamento das intoxicações deve ser sempre realizado por um médico veterinário e não é recomendado o uso de “receitas caseiras” como administrar leite, clara de ovo, fazer lavagem gástrica etc.

Lembre-se que quanto antes o animal for atendido, melhor o prognóstico.

Dependendo do tipo de substância, a administração de alimentos gordurosos pode até aumentar a absorção do tóxico.

O veterinário availiará a necessidade de internação para tratamento de suporte (hidratação, controle de vômitos, sedação) e se possível, a utilização de antídotos e/ou medicação para diminuir a absorção da substância tóxica.


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato